Recebi um eMail do Bradesco e Livelo. É verdadeiro ou falso?

Se o eMail que você recebeu é similar ao que está na imagem abaixo, trata-se de um eMail falso. Não clique em nenhum link. É uma técnica de phishing onde ao clicar será instalado um vírus no seu computador que ficará monitorando seu uso e provavelmente capturar informações importantes.

Veja o eMail que é falso:

Ao clicar no botão QUERO RESGATAR MEUS PONTOS você vai para um servidor inseguro e acaba baixando um arquivo contaminado com phishing.

O texto diz o seguinte:

Olá, ecliente@ecliente.com.br
Devido ao seu ótimo relacionamento com o Banco Bradesco usando sua conta, você foi contemplado com 627.379 mil pontos.
Pontos recebidos
627.379
válidos até: 06/11/2023
Nº PROTOCOLO:548421544
Troque seus pontos por milhas aéreas
Descontos de até 35% na fatura do cartão
Seus pontos podem valer até R$ 15.000,00 mil reais
Importante: O resgate não pode ser realizado através de um dispositivo móvel, ou seja, só poderá ser concluído por meio de um notebook ou de um computador.
Para realizar o procedimento de sincronização, é muito simples, clique no botão abaixo e acesse sua conta

Tome muito cuidado, este é um eMail falso.

Me siga para mais dicas: https://www.instagram.com/ggonzale

Como criar e vender um curso online?

Muitos professores desejam migrar suas aulas presenciais para cursos online, buscando ganhar mais flexibilidade de horários e alcançar um público mais amplo, sem limitações geográficas ou horárias. Neste artigo, destacarei o que é necessário para dar esse passo importante.

O que é um curso digital?

Um curso digital é um material educativo disponibilizado online e acessível a partir de qualquer local com conexão à internet. Esse conteúdo pode assumir diversas formas, como e-books, vídeos gravados, aulas e orientações individuais ou em grupo, fóruns de discussão em aplicativos como WhatsApp ou Telegram, ou até mesmo em aplicativos personalizados.

Qual é o melhor formato para um curso digital?

Não existe um formato específico, pois isso pode variar conforme o tipo e quantidade de conteúdo que você deseja oferecer aos seus alunos, bem como a diversidade de preferências de aprendizado. Algumas pessoas preferem ler, outras gostam de ouvir, e algumas preferem assistir. Um curso é constituido por diversos tipos de mídias como textos, imagens, áudios e videos. O importante é criar um conteúdo atrativo e o uso de diversos tipos de mídias pode ajudar os alunos a se envolver mais com o conteúdo, não deixando entediante o aprendizado..

Como escolher o tema do meu curso digital?

Diferentemente de disciplinas escolares ou universitárias, um curso digital deve solucionar um ou mais problemas específicos. As pessoas geralmente procuram cursos que abordam pontos específicos, visando aprimorar habilidades que tenham um impacto direto em suas áreas de interesse. Portanto, em vez de criar um curso amplo, como “Matemática”, é mais eficaz você criar um curso específico, como “Matemática Financeira para Donas de Casa”. Quanto mais específico for o tema, mais fácil será encontrar seu público-alvo.

Como criar meu primeiro curso?

Identifique um problema específico enfrentado pelo seu público e crie um conteúdo que o resolva, fornecendo um guia passo a passo. Esse conteúdo pode ser criado em um editor de texto convencional e, posteriormente, exportado para um formato PDF. O PDF gerado pode ser disponibilizado em uma plataforma de vendas, como o Eduzz.

Onde posso vender meu curso digital?

Existem várias plataformas disponíveis, mas particularmente recomendo o Eduzz. É uma ferramenta de fácil utilização, e o suporte oferecido por eles é um diferencial valioso. Após cadastrar seu produto no Eduzz, você receberá um link para promover suas vendas em diversos locais.

Como definir o preço do meu produto digital?

O preço pode variar consideravelmente, mas eu aconselho começar com produtos de valor acessível ou até mesmo gratuitos. Um produto barato ou gratuito eu utilizo para identificar meu público-alvo e construir uma comunidade inicial de apoiadores e admiradores, gerando autoridade. Dessa forma, você terá depoimentos e evidências sociais que podem impulsionar a venda de produtos mais caros.

Por que muitos produtos digitais têm preços terminados em 7?

Essa prática pode ser atribuída a fatores psicológicos, incluindo a percepção de que preços terminados em 7 são mais atrativos e acessíveis aos consumidores. Algumas pesquisas sugerem que números terminados em 7 (especialmente o número 7) são percebidos como mais baixos do que outros números, o que pode levar os vendedores a usá-los para aumentar as vendas. No entanto, isso é apenas uma teoria e pode variar dependendo do público-alvo e da cultura local.

Como promover meu curso digital?

Essa é uma das questões cruciais nesse mercado. Para ser encontrado, você precisa ter uma boa presença digital no Google, pois quando as pessoas tem dúvidas, é no Google que elas fazem as buscas. Para se destacar, também é essencial estar presente nas redes sociais. Quanto mais específico for o seu público, mais direcionada deve ser a sua comunicação, permitindo que seu público se identifique mais facilmente com o seu conteúdo.

Se você tem interesse em criar seu primeiro produto digital, não hesite em entrar em contato comigo por meio do meu Instagram e verificar as informações sobre minha próxima turma.

Siga-me em https://www.instagram.com/ggonzale/.

como descobrir os assuntos mais pesquisados no google

Saber os assuntos mais pesquisados no google, youtube ou outros buscadores é fundamental para você gerar um conteúdo que pode chamar a atenção no momento correto. Não adianta escrever sobre algo que já passou. Neste post vou mostrar como faço para entender os assuntos mais pesquisados no momento.

Google Trends

Ferramenta gratuita do Google que mostra as maiores buscas do momento por região e assunto.

Link de acesso: https://trends.google.com.br/trends/

Answer the Public

Ferramenta gratuita que mostra em forma de gráfico as buscas mais feitas. Ao colocar uma ou duas palavras-chave, ele mostra as buscas mais feitas separadas por como, onde, porque, entre outros resultados.

Link de acesso: https://answerthepublic.com/

Also Asked

Muito similar ao Answer de Public ele também mostra as buscas mais feitas a partir de uma ou mais palavra-chave.

Link de acesso: https://alsoasked.com/

Busca do Google

Poucos prestam atenção nisso, mas quando você faz uma busca no Google e ele auto preenche a frase, o Google já está mostrando quais as buscas mais feitas, inclusive da forma como as pessoas perguntam. Isso ajuda muito a entender o que está em alta no Google.

Busca no Youtube

Similar a busca do Google, ao fazer uma busca no Youtube ele também auto preenche a frase com as buscas mais feitas pelos usuários na plataforma. Isso ajuda muito você a entender o comportamento dos usuários.

Ao iniciar a digitação de uma frase no Google ou no Youtube, ele fará o auto completar baseado nas buscas mais feitas. Faça um teste e se surpreenda o que as pessoas andam procurando.

Me siga para mais dicas de conteúdo de tecnologia: https://www.instagram.com/ggonzale

Resumo das ferramentas que eu mais uso para gerar conteúdo.

  • Answer de Public
  • Google Trends
  • Also Asked
  • Busca do Google
  • Busca do Youtube

Como fazer placa de qrcode para pix ou avaliação do Google Meu Negócio

Criar uma placa com o QRCODE para pagamento de PIX ou para avaliação de Google Meu Negócio é uma ótima estratégia para você facilitar ao máximo a vida do seu cliente. O PIX ajuda ele a pagar de forma mais rápida e a avaliação do Google Meu Negócio te ajuda a impulsionar sua empresas nas buscas do Google.

Neste artigo vou te passar todos os links para você criar sua placa de forma super prática.

De forma resumida, o passo a passo é:

  • Pegar o link de avaliação do Google Meu Negócio da sua empresa.
  • Gerar a imagem do QRCODE.
  • Escolher um fornecedor que gere a placa em acrílico (eu prefiro esta opção).
  • Se preferir, crie sua própria placa no CANVA.
  • No caso do QRCODE para pagamento, gerar o link dentro do seu app do banco.

Vamos lá então

Para o link de avaliação do Google Meu Negócio, você vai digitar “Google Meu Negócio” na busca do Google e fazer login com sua conta do gMail.

Em seguida COPIE o código que o Google gerou, como eu mostro na imagem a seguir

Agora entre neste link e gere a imagem do QRCODE

https://ecliente3.com.br/gerador-qr-code/index.html

Todas as placas de QRCODE que geramos aqui na empresa nós contratamos com este fornecedor no Mercado Livre. Eles entregam super rápido e tem um preço excelente.

https://www.lldesign.com.br/MLB-3013285891-placa-acrilico-cristal-c-prata-pix-whatsapp-google-_JM

Depois de comprar a placa no mercado livre você pode falar com eles diretamente pelo whatsapp.

Como criar um QRCODE para receber pagamento de pix?

Se você quiser gerar o QRCODE para receber pagamentos, entre no APP do seu banco e procure na função PIX: Receber pagamento.

Nesta opção ele vai gerar o QRCODE e você pode fazer o mesmo processo contratando a placa de acrílico no link acima.

Se quiser mais dicas de tecnologia para facilitar seu dia a dia na empresa, me siga no instagram

https://www.instagram.com/ggonzale

Abraços!

é bom usar qrcode no cardápio do restaurante?

Eu sei que é uma controvérsia sobre o uso de QRCODE para substituir um cardápio de restaurante, pode até facilitar para o proprietário mas é necessário entender se o cliente realmente está tendo facilidade ou não no uso.

Sábado a noite fomos jantar em um restaurante no shopping e ao pedir o cardápio para a moça da recepção ela me mostrou um QRCODE, pois o cardápio era digital.

Quando alguém fala que o cardápio é digital, eu penso: está na nuvem, é dinâmico e fácil de usar.

Na hora que apontei a câmera do celular para o QRCODE ele pediu autorização para baixar um PDF de 13Mb.

Depois de baixar o PDF e ter que clicar para abrir o mesmo, veio uma mídia que não era própria para tela de celular, era para ser impressa. Letras pequenas, fotos minúsculas. Aquela mídia era para estar impressa no mínimo em uma folha A4.

Mas vamos em frente que a fome era grande. Dai eu começo a dar ZOOM na tela com os dedos e a procurar o que poderia me chamar a atenção para comer.

Ao ver um nome de prato interessante, eu tinha o desafio de rolar a tela pro lado, sem perder a LINHA para conseguir achar o preço que estava no lado direito da folha.

Estou com 47 anos e não estava com meu óculos naquele momento, portanto era frustrante não ter algo fácil para simplesmente escolher o que jantar.

Sabe o que fizemos? Olhamos o restaurante do lado que tinha o cardápio todo aberto em um painel de LED logo encima dos caixas. Além disso, eu podia fazer o pedido em 2 totens ao lado direito, sem nenhuma dificuldade.

Atrito ZERO é você se colocar no lugar do cliente e pensar se ele realmente está tendo facilidade em fazer o pedido ou em entrar em contato com sua empresa.

Faça um teste simples, se eu entrar agora no google e tentar procurar o que você vende? vou te encontrar de forma fácil?

Fica a reflexão para a semana!

Obs: a foto ilustrativa foi gerada pela inteligência artificial do Canva. Depois vou falar mais sobre isso.

Como Calcular Preço De Venda No Mercado Livre

Para calcular o preço de venda de um produto no mercado livre você precisa levar em consideração as seguintes variáveis:

Custo do Produto (compra)
Comissão do MarketPlace
Valor da Comissão
Valor do Frete
Valor do imposto
Outras despesas

Neste video a equipe da Hive mostra como calcular o preço de venda no mercado livre e outros marketplaces usando uma planilha super simples. A aula mostra o uso da planilha de cálculo de forma completa.

Para fazer download da planilha GRATUITA clique neste link
https://sun.eduzz.com/2142397

Como calcular comissão do Mercado Livre?

Nesta planilha você vai aprender também a calcular a comissão do mercado livre para embutir no preço de venda do seu produto.

➜ Conecte-se comigo:

Como inteligência artificial funciona?

A inteligência artificial (IA), de forma resumida, é um sistema computacional composto por algoritmos e modelos matemáticos que transformam dados em informações relevantes que, normalmente, seria necessário de uma inteligência humana para ser criada.

Para entender como é a estrutura de uma inteligência artificial, podemos separar nas seguintes partes:

Entrada de Dados: A Inteligência Artifical parte da coleta de dados. Esses dados podem ser textos, imagens, sons, etc. Os dados são a base para alimentar a Inteligência Artificial e dar condições que ela aprenda e tome decisões.

Algoritmos e Modelos matemáticos: Os algoritmos e os modelos matemáticos são programas de computador desenhamos e estruturados para tratar os dados inseridos. Os algoritmos são como receitas que dizem ao computador como os dados devem ser manipulados.

Aprendizado: Existem algumas técnicas de aprendizado de máquina que pode tornar a Inteligência Artificial mais Inteligênte, rs. Seus algoritmos são ajustados com base nos dados que são fornecidos, de modo que ela pode evoluir tomar decisões melhores.

Tomada de Decisões: Conforme o aprendizado e a alimentação dos dados, a Inteligência Artificial pode tomar decisões ou realizar tarefas específicas como reconhecimento de padrões, tradução de idiomas ou até a direção de carros autônomos.

Feedback: Em algumas situações a Inteligência Artifical pode receber feedbacks sobre suas decisões para melhorar de forma continua. Por exemplo, sensores e câmeras fornecem este tipo de retorno frequente para garantir que um carro autônomo tome decisões melhores.

Output ou Saída de Informações: As saídas ou resultados produzidos pela Inteligência Artificial podem ser em diversas formas, com uma resposta a uma pergunta até um comando da um componente eletrônico, até mesmo a direção de um veículo.

A Inteligência Artificial pode ser usada em diversos segmentos, como reconhecimento de voz em assistentes virtuais até diagnóstico médico em hospitais.

3 motivos para ativar agora seu blog corporativo

Toda vez que eu falo para um cliente que ele deve ter um blog eu escuto a mesma frase: “Não tenho tempo de postar todo dia”.

Vamos primeiro então derrubar essa crença. Blog não é para escrever todo dia nem para contar a rotina da empresa.

Blog é uma área do seu site que vai te ajudar a mapear melhor seu conteúdo no google e facilitar o seu futuro cliente a te encontrar.

Quanto mais textos você publicar, maiores as chances do Google entender o que você faz e mostrar seu site nos resultados das buscas dos clientes.

Por isso vou compartilhar 3 vantanges de você ativar um blog (ou dar atenção a ele) hoje mesmo.

1.Autoridade: Um conteúdo técnico falando sobre o produto ou serviço gera autoridade sobre o tema.

2.SEO: É uma técnica que ajuda o Google a indexar os sites. Cada conteúdo publicado é como se fosse um ponto que você ganha no Google para ele encontrar seu conteúdo no momento que o cliente procura.

3.Tempo útil: Diferente de uma postagens nas redes sociais que duram algumas horas, um texto bem elaborado no blog pode ficar bem rankeado no Google por anos.

Quer ativar seu blog agora? Clique aqui.

Quer ajudar um amigo empresário a vender mais? Clique aqui para indicar

Forte abraço!

Prof. Gustavo Gonzalez

O que é uma landing page e para que serve?

A landing page é um website que tem como objetivo ajudar a divulgar um único produto ou serviço. Sua estrutura deve ser construida com o objetido e conduzir o cliente no processo de decisão da compra, fortalecendo os argumentos com gatilhos mentais que permitam o cliente a entender com clareza o que você vende e conectar o cliente com sua real necessidade ou despertar o desejo de compra.

Normalmente uma landing page é onepage, ou seja, tudo construido em uma única pagina, onde o cliente deve rolar a tela para baixo para ir acompanhando os argumentos de venda.

Esses argumentos vão desde dúvidas frequentes, depoimentos de clientes (Gatilho da Prova Social), Valores promocionais e prazos para aproveitar a oportunidade (Gatilho da Urgência), entre outros que vão ajudar o cliente na decisão da compra.

O que é uma landing page exemplos?

As landing pages podem ter diversos formatos, isso pode variar muito conforme o objetivo da venda e as informações disponíveis. Existem landing pages simples, apenas com um video e um botão de CTA (Call to Action). A seguir vou colocar alguns exemplos de landing pages.

Qual a diferença de um site e uma landing page?

Um website tem uma função de apresentar a empresa de forma geral, é como se fosse um “folder digital” institucional. Um website deve apresentar as áreas de atuação da empresa, seus clientes, sua estrutura, seu impacto na sociedade, notícias, principais clientes. Enfim, é uma visão geral da empresa para entender o que ela faz.

Uma landing page já tem como função ajudar a vender um produto ou serviço específico. Normalmente sua estrutura conduz o cliente as características do produto, explicando desde seu funcionamento, até características específicas, depoimentos, valores entre outras informações.

Qual o objetivo de uma landing page?

O objetivo de uma landing page é apoiar os trabalhos de uma equipe comercial, explicando de forma estruturada todas as dúvidas, características e transformações que um produto ou serviço pode oferecer.

O marketing dos produtos sem gênero

Nos últimos anos, o debate sobre igualdade de gênero e diversidade tem se expandido
consideravelmente em todo o mundo. Nesse contexto, os produtos sem gênero emergiram
como uma tendência significativa, desafiando normas e estereótipos de gênero preexistentes.

Autor: Prof. Giuliani https://giulianimarketing.pro.br/site/

Produtos sem gênero, também conhecidos como produtos de gênero neutro, são itens que
são projetados, comercializados e usados de forma a não se limitarem às convenções
tradicionais de gênero. A origem dos produtos sem gênero remonta ao movimento feminista
dos anos 1960 e 1970, quando as mulheres começaram a desafiar as normas de gênero
tradicionais em várias esferas, incluindo o consumo. No entanto, a conscientização sobre a
necessidade de produtos verdadeiramente neutros em termos de gênero ganhou força nas
últimas décadas, à medida que a compreensão da identidade de gênero se expandiu.

Eles desafiam estereótipos e preconceitos de gênero, proporcionando uma experiência inclusiva
para todos os indivíduos, independentemente de sua identidade de gênero. Para falar sobre
o marketing para esses produtos é importante ter uma visão do conceito de marketing de
forma ampla para compreender como esses produtos podem se beneficiar das estratégias de
marketing. O marketing pode ser entendido como um conjunto de esforços criativos e táticos
que devem ser utilizados para adaptarmos os produtos e serviços no mercado, às mudanças
ocorridas no macro ambiente, com foco de conservar e tornar leal o cliente.

A importância dos produtos sem gênero reside na promoção da igualdade e na criação de um ambiente mais inclusivo na sociedade. Produtos sem gênero respeitam a diversidade de identidades de
gênero e não limitam as escolhas das pessoas com base em estereótipos de gênero. Isso
ajuda a reduzir o estigma associado a gostos e preferências não conformes com as normas
tradicionais de gênero.

Produtos sem gênero podem ser utilizados por uma ampla variedade de pessoas, o que os torna mais acessíveis. Isso é particularmente importante para famílias que desejam compartilhar roupas, brinquedos e outros itens entre crianças de diferentes gêneros. Ao oferecer opções mais amplas e não limitar as escolhas com base no gênero, os produtos sem gênero capacitam os indivíduos a fazerem escolhas autênticas e alinhadas com sua identidade, em vez de se sentirem constrangidos pelas expectativas de gênero. Os produtos sem gênero podem promover uma economia mais sustentável, uma vez que
reduzem a necessidade de fabricação e descarte excessivos de itens separados para homens
e mulheres. Isso contribui para a redução do desperdício.

Utilizar o marketing para promover esses produtos consiste em planejar bem a divulgação desses produtos é fundamental para maximizar seu impacto. Apresento algumas estratégias para promovê-los: – é necessário educar os consumidores sobre a importância da neutralidade de gênero em produtos e como isso contribui para uma sociedade mais inclusiva; certifique-se de que as marcas e produtos
sejam claramente rotulados como “sem gênero” ou “neutros em termos de gênero”, para que
os consumidores possam identificá-los facilmente; utilize campanhas de marketing que
destaquem a diversidade de identidades de gênero e mostrem como seus produtos são
adequados para todos; colabore com organizações e influenciadores que defendem a
igualdade de gênero e a inclusão para promover seus produtos; ouça o feedback dos clientes
e esteja disposto a fazer ajustes em seus produtos com base nas necessidades e preferências
das pessoas.

Os produtos sem gênero não têm cores específicas que lhes sejam exclusivas.
Em vez disso, eles geralmente apresentam cores que são neutras e não vinculadas a
estereótipos de gênero tradicionais. Cores como branco, preto, cinza, verde, azul, amarelo e
tons pastéis são comuns em produtos sem gênero, pois são cores que podem ser apreciadas
por pessoas de qualquer identidade de gênero. O objetivo é evitar a associação de cores
específicas a determinados gêneros e, assim, promover a inclusão e a liberdade de escolha
para todos os consumidores.

A marca italiana Gucci lançou a linha “Mémoire d’une Odeur”, um perfume sem gênero, focado na ideia de que as memórias não têm gênero específico. Os produtos sem gênero desempenham um papel vital na busca pela igualdade de gênero e na promoção de uma sociedade mais inclusiva.