Home » Blog » Irresponsabilidade na cachoeira de Furnas

Irresponsabilidade na cachoeira de Furnas

Era um final de tarde de domingo tranquilo em São Pedro. Decidimos levar as crianças para um passeio na cachoeira de Furnas. O lugar sem dúvida é tranquilo e com a cara de fazenda, mas o foco das crianças imediatamente foi a tirolesa e o arborismo.

Por R$ 20,00 é possível fazer o percurso do arborismo e finalizar em uma tirolesa de uns 40 metros.

Todas as crianças foram equipadas e iniciaram o percurso acompanhadas de um monitor. O monitor não estava equipado nem com cadeirinha, nem capacete, mas até ai tranquilo, pois o risco seria dele.

Ao chegar na tirolesa, que finalizava o percurso, o monitor autorizou que as crianças tirassem o capacete. Nesse momento, por um detalhe tão simples, poderia ter sido evitado o acidente. O monitor, ao manipular o mosquetão, deixou cair o equipamento e atingiu exatamente a cabeça do Mateus, um menino de 6 anos. Com um sangramento grande  ele foi levado ao predio principal de fazenda e logo em seguida saimos direto para o hospital da Unimed em Piracicaba, onde ele foi logo atendido e ganhou 4 pontos na cabeça.

Conclusão: o arborismo oferecido pela administração da cachoeira de Furnas não tem condições de segurança, pois além da falta de capacitação do monitor que autorizou a retirada dos capacetes antes do término do percurso, as crianças na plataforma final ficavam soltas, a 3 metros do chão, sem o auxilio de uma corda de segurança para evitar quedas.

Fica a dica para quando você levar seus filhos para este tipo de passeio, não faça a tirolesa nem o arborismo, aproveite as redes e a comida de fazendo que o risco é menor.


1 comentário

  1. Josmar Lopes disse:

    Como diz nosso amigo Fausto Silva: O loco meu !!!

Comments are closed.

Twitter-icon Twitter-icon Twitter-icon