Home » Marketing Digital (Page 2)

Category Archives: Marketing Digital

Como enviar um currículo por eMail

Cuidado ao enviar seu currículo por email.

Recebo diariamente 2 ou 3 currículos por email e o que tem me chamado a atenção é que muitos desses currículos são disparados como SPAM, onde a pessoa provavelmente compra uma base de dados ou faz um filtro com uma centena de empresas e, pela preguiça de enviar um por um, ele faz um texto genérico e envia seu currículo torcendo para alguém “engolir” a isca.

A curiosidade é que esses emails de SPAM nem sempre são acompanhados de uma carta introdutória, muito menos algum pedido de oportunidade de entrevista, simplesmente o arquivo vai anexo.

A minha sugestão é que você elabore um texto de apresentação e, se possível, personalize parte dele, como por exemplo colocando aos cuiados do responsável de RH ou do departamento que você está tentando a vaga.

Outra coisa importante, não envie seu currículo no formato DOC pois existem alguns vírus que podem ser distribuidos neste formato, envie em PDF.

Lógico que esta dica só serve para as empresas que ainda recebem currículos por email, pois grande parte das grandes empresas já utiliza algum sistema para captar e filtrar os currículos.

Forte abraço.

 

Como ganhar dinheiro na Internet.

Talvez alguns estejam se perguntando: “Se ele vai dar a receita para ficar rico, será que ele já ficou ?

Se eu estivesse rico talvez eu não estivesse escrevendo este post, e por um motivo muito simples, existem alguns segmentos de mercado que estão saturados de conteúdo, e no meu caso minha linha de trabalho é justamente gerar conteúdo para a web na área de informática. Agora, existem áreas que estão carentes de conteúdos de qualidade e talvez você consiga se encaixar em algun deles.

A idéia deste artigo é apenas “abrir” os olhos das possibilidades existentes no mercado da internet para qualquer pessoa de qualquer mercado. A seguir vou pontuar as principais possibilidades existentes hoje, e futuramente, posso explicar com mais calma cada um deles. Segue:

  • Consultoria pela Web: Divulgue seu trabalho e ofereça consultoria na sua área através do Skype.
    • A vantagem é que você trabalha de casa.
    • A desvantagem é que o dia tem apenas 24 horas e você ficaria limitado as aulas.
  • Venda de eBooks: Crie conteúdo em formato de ebook e venda pela web.
    • A vantagem é que você pode vender em escala.
    • A desvantagem é que você precisa se tornar uma autoridade no assunto para vender bastante.
  • Venda produtos pela Internet: Estude um nicho de negócio e venda produtos exclusivos.
    • A vantagem é que a concorrência é pequena e você pode ser encontrado de qualquer lugar do mundo.
    • A desvantagem é que o início não será fácil, pois você precisa gerar conteudo para ser encontrado.
  • Freelance pela Web: Alguns segmentos permitem você desenvolver seus trabalhos remotamente.
    • A vantagem é que você trabalha em casa.
    • A desvantagem é que o dia só tem 24 horas.
  • Vire um Blogueiro: Crie conteúdo relevante e venda conhecimento além de espaço publicitário.
    • A vantagem é que se você se tornar referência, poderá vender espaço publicitário e outros produtos vinculados.
    • A desvantagem é que o processo para se tornar relevante é lento, a não ser que você pague para aparecer no início.
  • Afiliados: Talvez um dos mercados mais interessantes e só a Web permitiu isso. Ao desenvolver um trabalho em algum segmento, você pode revender produtos digitais de outras pessoas e ganhar comissão nas vendas. Um bom exemplo é o site www.hotmart.com.br
    • A vantagem é que você não precisa produzir conteudo, mas terá que criar seu público de alguma forma.
    • A desvantagem é que você sempre dependerá de algum produto de terceiro de qualidade.

Vale lembrar que todos os itens acima exigem muito trabalho e dedicação, por isso não fique ai se lamentando, corra que ainda dá tempo.

Em breve postarei novas profissões que podem ser exploradas usando a internet.

Abraços.

 

Marketing de Conteúdo

Contribuição do Prof. Giuliani, texto original aqui.

O profissional de marketing precisa entender o consumidor, compreender os indivíduos e os grupos com perfis semelhantes, para poder elaborar uma estratégia de marketing. Hoje o profissional de tecnologia deve ser ativo e participante nas decisões de negócios do futuro da  empresa, sua presença e conhecimento são itens fundamentais para que o marketing consiga ter agilidade na compreensão do consumidor.

A forma como o consumidor  utiliza seu poder de compra mudou, sua decisão de compra não ocorre apenas no momento da venda, por influência do vendedor. A publicidade tradicional e invasiva não consegue comunicar com a nova geração.

Steve Jobs disse uma vez: “As pessoas ligam a televisão quando querem desligar o cérebro”, concordo que às vezes é bom desligar. No seu programa de estreia em agosto, Fabio Porchat na TV Record mostrou a dificuldade  que a geração millenium tem para interagir com esse meio de comunicação.

Em plena era da informação, da interatividade, do conteúdo gerado pelo usuário, das redes sociais, dos aplicativos mobile. Mesmo quando estão ligados, os nossos cérebros estão cada vez mais treinados para ignorarem anúncios.

É na hora do intervalo que escolhemos para ir ao banheiro, ou seja, nesse momento recebemos a mensagem para não prestar atenção nisso. Não sou contra a publicidade na TV, mas  chamo a atenção para repensar nas ações estratégicas.

Na internet acontece a mesma coisa, os olhos dos consumidores estão ficando bons em ignorar banners. Influenciado pelas redes sociais, o consumidor de hoje está mais consciente do seu poder de compra, e procura sempre se informar e conhecer o que está consumindo antes de tomar qualquer decisão.

Acompanhando esta tendência, o objetivo do marketing de conteúdo é planejado para aumentar a visibilidade da empresa, atrair a audiência certa e ganhar a confiança do consumidor. O marketing de  conteúdo é  alcançar os consumidores por meio de conteúdos de qualidade, em diferentes formatos e canais, de forma que desperte empatia, leve conhecimento ou simplesmente divirta as pessoas.

Seu foco reside na criação e distribuição de conteúdo de valor, relevante e consistente, para atrair  e reter um público claramente definido, tornando-o um cliente rentável. Este conteúdo pode assumir diversas formas como notícias, vídeos instrutivos, white papers, ebooks, posts de blog, guias, artigos, perguntas e respostas, imagens, entre outros.

Para o marketing de conteúdo a regra dos 80/20 do economista Vilfredo Pareto é valida para provar que, para muitos fenômenos, 80% das consequências advêm de 20% das causas. Recomenda-se que as empresas repensem  seus investimentos  em marketing para produção de conteúdo. Distribuindo em um mix de fotos, vídeos, textos, livros, filmes, teatro.

Adaptar o conteúdo e a linguagem utilizada para o canal é muito importante, cada vez mais pessoas acessam a internet através de telas pequenas. Para a produção do conteúdo deve observar o tipo de comportamento e canal.

O conteúdo deve ser responsivo, ou seja, deve se adequar aos diferentes dispositivos usados pelos  visitantes. Não esquecer que as pessoas estão cada vez mais ocupadas, bombardeadas por informações ao longo do dia. Dessa forma, deve ser relevante, breve e objetivo. Captar a atenção logo no início, criar uma chamada para ação no final.

Criar conteúdo é um desafio e dá trabalho. Logo, tem custo, se não tem tempo ou não tem  expertise para criar bons conteúdos, contrate alguém para fazer isso. Há vários profissionais na internet que fazem free lance para produção de conteúdo.

Não se esquecer de ter conteúdo inédito. A estratégia de marketing de conteúdo é você criar coisas relevantes, que as pessoas vejam valor, e dessa forma, relacionem sua marca a conhecimento, gerando confiança e resultando em vendas. (Publicado no Jornal de Piracicaba em 07/09/2016)

Como usar vídeos em sua estratégia de marketing – e porque eles são fundamentais

Hoje recebi um email muito bacana do pessoal da Samba Tech, nele você pode encontrar dicas valiosas sobre o uso de videos em suas estratégias de marketing. Como em qualquer projeto, tudo começa com um bom planejamento e depois a definição das ações que serão tomadas para a produção e conteúdo dos videos. Vale a pena a leitura, segue o link com o texto completo.

 

O novo Varejo “Fidigital” físico e virtual

Colaboração: Prof. Antonio Carlos Giuliani

A compra por impulso já não gera tanto mais lucro se não vier acompanhado de um bom atendimento, mix diversificado de produtos e comunicação dirigida. As novas tecnologias produzem novas reações e comportamentos de compras, exigindo ações de marketing dirigidas ao seu publico alvo.

Pode-se atribuir que o varejo brasileiro, em relação aos mercados mais maduros, no quesito atender aos anseios do consumidor e atende-lo naquilo que ele quer e deseja, estamos atrasados. Sabe-se que o setor está de olho no futuro, tem muitos varejistas fazendo um bom trabalho, mas tem muitas marcas perdendo espaço, pois parecem entender que não precisam acompanhar as mudanças de comportamento do seu consumidor e abrem oportunidades para novos entrantes.

As empresas que se relacionarem de forma rápida com seus clientes, irá colaborar na economia de tempo e com certeza estarão nas mentes dos consumidores. Rever o canal de distribuição é importante para manter-se no mercado, identificam-se varejistas que possuem pontos de vendas apenas no ambiente físico e outros somente digital.

A comodidade e os preços encontrados no meio digital, não são páreos para a experiência de compra, como o ambiente, atendimento ou o “levar na hora” no ponto de venda físico, assim como o contrário também é válido. Ganham mercado os varejistas que conseguem criar não somente uma experiência híbrida de consumo, mas permite que o consumidor possa decidir em qual canal ele compra, físico ou virtual, bem como de qual maneira ele recebe ou retira seu produto, identifica-se modelos de lojas onde funcionam apenas como um showroom ou um centro de experiências para as compras virtuais.

Ter um ponto físico e virtual como canal de venda, torna-se imprescindível, denominado pelo mercado como “Fidigital”. O varejo de ontem era medido pelo número de lojas e pelo porte das mesmas, hoje não somente a presença, mas a relevância da marca junto ao seu público consumidor, e principalmente o engajamento desses com a marca, são pontos importantes para assegurar o sucesso, e dialogar com os diversos tipos de gerações de consumidores.

Enquanto grandes varejistas estão caindo, uma série de pequenos negócios surgem e prosperam da noite para o dia, por compreender e oferecer algo direcionado ao seu público em detrimento do diferenciado. Para o varejo hoje, realizar uma venda sem entender que o consumidor está em busca de soluções, poderá significar uma venda não realizada. Cabe ao marketing das empresas preocuparem-se não só com embalagens e produtos, mas com o emocional do consumidor.

(Publicado no Jornal de Piracicaba em 03/06/16 – A3)

Como captar emails ou Whatsapp de Potenciais clientes

Conseguir um email de um potencial cliente pode ser um grande desafio, mas para isso usamos a estratégia de oferecer algo de valor, algo que solucione uma dúvida ou parte do problema do seu potencial cliente e para isso descrevo 6 passos para você seguir e colocar em prática hoje mesmo.

Como funciona? Siga os passos:

1- Defina quem é o seu público, idade, gênero, posição social, desafios, onde frequenta, o que costuma ler ou seja um mapa geral do seu futuro cliente, com isso conseguimos entender melhor quais os principais desafios.

2- Prepare um bônus gratuito, pode ser um vídeo, um desconto, um brinde, um ebook, são inúmeras possibilidades de acordo com o seu público.

3- Faça um post ou banner com algumas dessas palavras: Nossa empresa preparou um brinde especial para um número limitado de pessoas, nosso bônus é gratuito mas vai ficar até dia X no ar, aproveite esta oportunidade única este brinde custaria Y, mas neste momento custa apenas X.

4- Depois do post feito, agora é hora da observação, escreva explicando: esse presente é limitado e precisamos do seu email ou whats para você ter acesso a este material ou brinde, dependendo da situação se for um material digital, usar este email para envio do material, se for brinde, ligar para o número ou usar o whatsapp para recolher informações de endereço para envio do brinde, tudo depende de cada situação, mas sempre devemos ter como foco capturar os dados, mas sendo íntegro, entregando algo realmente de alto valor.

5- Utilize os anúncios patrocinados, sejam nas redes sociais ou em portais para receber ainda mais potenciais contatos.

6- Verifique e acompanhe os resultados e lembre-se, aquilo que não pode ser medido, não pode ser melhorado.

P.S. Saiba que você pode fazer isso facilmente no Facebook ou em qualquer outra rede social ou mesmo em algum anúncio de portal com banners, com esta técnica agora você pode usar toda a criatividade para alavancar o seu negócio e colocar em prática o mais rápido possível.
Informações à Imprensa:
Comunicação Alex Villaverde
(11) 4307-9010 e 9 6738-1313
www.alexvillaverde.com.br

Internet Regulada sem inclusão digital

No Brasil pagamos tudo nas alturas, gasolina, energia elétrica, gás, impostos e mais impostos e agora querem controlar a Internet, a quantidade que é usada, comenta Alex Villaverde, Consultor de Marketing. Acredito que isso será um final trágico e explico, pessoas que hoje tem conseguido na internet, fontes de renda, fontes de estudo e diversão vão ter que escolher e usar cada vez menos, gerando o ciclo da burrice digital.

Quanto menos pessoas informadas, hoje conectadas, menor o nível de informação. Interpreto como um grupo que deseja controlar esse mercado que só cresce e que hoje as operadoras se acomodaram com relação a qualidade, benefícios e até preços. E o porque disso tudo? Falta concorrência, novas empresas para entrar e fazer um livre oferta, contratando pessoas e tirando outras empresas do sossego habitual.

A questão não é apenas a limitação da Internet e sim a limitação da concorrência que prejudica o todo, a população que poderia ter um serviço melhor, mais adequado, mais rápido e barato. Mas o foco das pessoas está somente na causa onde o correto seria analisar a situação como um todo.

Sou a favor da concorrência leal e sou contra a qualquer tipo de limitação da internet, principalmente se formos debater a tão famosa inclusão digital, onde estão os nosso direitos? Porque não fazemos os nossos deveres? Pensar no amplo, expande a discussão para outras esferas.

Informações à Imprensa:
Comunicação Alex Villaverde
(11) 4307-9010 e 9 6738-1313
www.alexvillaverde.com.br

O que o caso do bar Quitandinha ensina sobre redes sociais

Hoje tive a oportunidade de ler um texto publicado no site da revista Exame sobre o ocorrido no bar Quitandinha em um bairro boêmio de São Paulo. Para quem gerencia redes sociais ou para o empresário que quer estar presente nas redes, vale a leitura e entender como este ambiente funciona. São novas formas de interação com seus clientes e a repercussão pode atingir níveis críticos.

http://exame.abril.com.br/pme/noticias/o-que-o-caso-do-bar-quitandinha-ensina-sobre-redes-sociais

Vale a leitura tanto do texto da revista quanto a leitura do texto publicado pela moça que foi assediada no bar.

Abraços.

 

Professor, aprenda de forma simples a ter renda extra usando um blog.

Neste dia 3 de dezembro ministrei uma palestra ao vivo pela internet (hangout) sobre o tema: Professor, aprenda de forma simples a ter renda extra usando um blog.

Para quem não teve a oportunidade de assistir ao vivo, segue o link com o video e logo abaixo o link com o slide da apresentação.

Problemas no envio de email

Com a grande quantidade de SPAMs, os provedores estão utilizando diversas ferramentas para reduzir o recebimento e envio de eMails em massa, de forma indiscriminada. Caso você envie um eMail e seu destinatário não receba, você pode ter caído em algumas das situações abaixo.

  • O destinatário está com a caixa postal cheia. Quando isto ocorre normalmente você receberá uma mensagem de retorno informando o ocorrido.
  • Seu eMail foi considerado um SPAM. Muitas vezes a culpa não é sua, mas do seu provedor que tem uma má reputação na web. Isto ocorre pois ele provavelmente não faz um controle efetivo sobre o envio de SPAM e com isto seu provedor será classificado com notas baixas, e isso bloqueio o envio dos seus emails.
  • Seu eMail estava com um arquivo anexo suspeito. Muitos provedores possuem sistemas de anti-vírus e anti-spam que bloqueiam o recebimento de alguns tipos de arquivos anexos.
  • Você enviou para um destinatário que não existe mais. É muito comum, mas basta ler com calma a mensagem de retorno e você poderá identificar que o usuário não existe mais.

Basicamente estas são as ocorrências mais comuns quando um eMail não chega ao seu destinatário.

Twitter-icon Twitter-icon Twitter-icon