Home » Dicas » Nuvem, Servidor Dedicado, Servidor Compartilhado ou Local ?

Nuvem, Servidor Dedicado, Servidor Compartilhado ou Local ?

open-uri20141124-2-nbimj-Olá!

Está na moda falar em serviços na Nuvem, mas muitas pessoas tem dúvidas quanto ao funcionamento e segurança destes ambientes. Outras ainda consideram que ter um servidor local, dentro da empresa, é a melhor opção, pois este ambiente passa a impressão de “segurança”, mas isso pode ser também um grande engano.

Na verdade, cada um dos ambientes tem suas características, mas a questão SEGURANÇA é muito relativa e envolve vários fatores, tanto de software como de hardware. A principio o servidor pode estar dentro da sua empresa, mas se as configurações de segurança e atualizações de software não estiverem devidamente atualizadas, o risco de invasão é grande.

No caso de servidores alocados dentro de Data Center, no Brasil ou no exterior, também apresentam características diferentes. Algumas pessoas inclusive, mal informadas, consideram os serviços alocados no Brasil mais seguros do que serviços fora do país. Grande engano.

Aqui vou explicar detalhamente as características de cada um dos serviços e, no final, você terá uma noção que cada um tem suas particularidades e que tudo vai depender da sua necessidade de recursos e investimentos.

NUVEM
A “nuvem” ou “cloud” não é uma tecnologia recente, ela já era utilizada por empresas que precisavam distribuir seus processamentos em diferentes máquinas. A “nuvem” nada mais é que um conjunto de computadores trabalhando juntos como se fossem apenas 1. Com a evolução da tecnologia de comunicação e a redução dos custos de hardware, o serviço foi ampliado e disponibilizado para qualquer usuário.Estes servidores trabalham como um só mas distribuídos em diferentes lugares, por exemplo, em países distantes, mas como se um estivesse ao lado do outro. Isto é utilizado principalmente por aplicações que demandam alta escalabilidade, como é o caso de redes sociais e ferramentas SaaS.

SERVIDOR DEDICADO EM DATA CENTER
Os servidores dedicados são equipamentos disponíveis 24hrs por dia, que oferecem um ou mais serviços, os quais podem ser requisitados a qualquer momento. Estes servidores são considerados dedicados pois estão atendendo normalmente a uma empresa, que tem autonomia para gerenciá-lo e dividir seu uso da forma mais adequada.

No Brasil e no exterior existem dezenas de Data Centers que oferecem o serviço de alocar servidores dedicados. Estas empresas possuem estruturas próprias para alocar dezenas de milhares de servidores, com links de alta velocidade, estruturas de segurança, backup e estabilidade de energia, sendo possível manter seu funcionamento durante dias, mesmo sem o fornecimento de energia elétrica externa.

Na questão SEGURANÇA, o servidor pode estar em um Data Center no Brasil ou nos Estados Unidos, se este não estiver configurado corretamente, o risco de invasão é o mesmo. O problema é que os custos no Brasil ainda são muito superiores comparados ao do exterior. Aqui o tempo de latência pode até ser menor, mas os serviços no exterior são superiores, basta avaliar o tempo de resposta em caso de reparos de equipamentos ou intervensões técnicas nos equipamentos.


SERVIDOR COMPARTILHADO
Na verdade o servidor compartilhado possui as mesmas características citadas acima, entretanto um único servidor normalmente atende a mais de uma empresa. Quando você contrata uma hospedagem em um servidor, normalmente seu site estará hospedado junto com outra centenas de sites, no mesmo equipamento. A principal desvantagem deste modelo é que o processamento da máquina é compartilhado, portanto, como você não sabe com quem você está dividindo o equipamento, existe o risco de instabilidade. Este modelo é muito usado para hospedagem de sites, pois estes consomem um processamento muito menor se comparados a sistemas corporativos.

SERVIDOR LOCAL
Este tipo de servidor também é um equipamento dedicado exclusivamente para um ou mais serviços de uma empresa, a diferença é que ele está alocado fisicamente dentro da própria empresa. Neste caso, alguns fatores de segurança devem ser levados em consideração. Acesso de pessoas ao espaço do servidor, temperatura da sala, armazenamento de backups, fornecimento de energia contínua, links de internet redundantes, entre outros fatores, são preocupações que devem ser levados em consideração. Estas preocupações também acabam elevando o custo de manter este servidor em funcionamento, por isso é fundamental avaliar todas as variáveis envolvidas neste tipo de ambiente.

Conclusão
Você sabia que grande parte das invasões em sistemas são realizadas por pessoas da própria empresa ? Pois bem, com esta afirmação eu finalizo meu texto, pois de nada adianta termos os sistemas mais avançados do mundo, se nosso usuário continua cadastrando a senha do sistema igual a senha do Facebook, ou anotando a senha numa agenda.

Uma dica de leitura interessante é o livro “A ARTE DE ENGANAR” (link), depois desta leitura você verá que a tecnologia é o menor de nossos problemas.

 


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Twitter-icon Twitter-icon Twitter-icon