Home » Jurídico

Category Archives: Jurídico

Novo recurso de STATUS do Whatsapp pode ser um risco para sua privacidade

Cuidado ao atualizar seu STATUS no Whatsapp

Depois do sucesso do SnapChat entre os adolescentes, onde é possível mostrar quase em tempo real sua história e as imagens durarem apenas 24hrs, depois do Instagram copiar o mesmo recurso e embutir essa função dentro do seu aplicativo, chegou também a vez do Whatsapp entrar na onda e oferecer a mesma função.

Agora, esta nova função pode trazer riscos, apenas para ilustrar o que eu quero dizer, vale a pena entender um pouco do conceito de cada aplicativo e a briga entre eles, assim você entenderá do que estou falando.

Quando o SnapChat surgiu ele introduziu um novo conceito de rede social, onde cada um podia compartilhar um pouco do seu dia a dia com seus amigos e as imagens duravam apenas 24hrs. No caso de mensagens diretas, as informações desaparecem, por isso o logo do SnapChat é um fantasma! Neste caso o APP foi criado apenas para esta função.

O Instagram, cujo proprietário é o Facebook, tentou comprar o SnapChat mas sem sucesso, e depois disso eles resolveram copiar a função. Neste caso o grande trunfo do instagram era que eles já possuíam uma base de milhões de usuários e cada usuário já possuía seus seguidores. Mas o que deve ficar claro aqui é que o sucesso do Instagram teve como origem uma rede de compartilhamento de fotos e depois se viu obrigado a incluir videos na time line dos usuários. Agora, forçado pela tendência do compartilhamento de videos, também incluiu as histórias que duram 24hrs, similar ao SnapChat, ou melhor, uma cópia!

Neste caso, ao liberar o novo recurso copiado do SnapChat, os usuários do Instagram já podiam utilizar a nova função com a mesma base de seguidores que eles tinham, isso foi fundamental e acabou causando um impacto no Snap, pois muitos usuários que estavam usando o SnapChat se viram obrigados a mudar de plataforma pois a visibilidade deles no Instagram History, vamos chamar assim, era muito maior.

Agora, querendo entrar nessa onda, o Whatsapp, que também é um produto do FaceBook, também liberou o mesmo recurso dentro da função de Status, permitindo ao usuário publicar videos que desaparecem em 24hrs. Mas ai é que mora o perigo, pois as pessoas que vão ver sua história são seus contatos do celular! Nesses contatos podem estar pessoas que você não gosta mas tem na sua lista por algum motivo, um ex namorado, um ex marido, um pedreiro que você está brigando ou até um amigo que você está devendo algo.

Bom, este post foi apenas uma dica para você ficar atento e entender a aplicação de cada novo serviço disponível na web e nos celulares, vale a reflexão para os que são viciados em aplicativos para ser cuidadoso com o que publica e fala.

Abraços.

 

 

Cuidado com boletos falsos sobre renovação de domínios

Cuidado para não cair no golpe do boleto falso de renovação de domínio

Pessoal, tudo bom ?

O tema não é novo mas vale a pena reforçar. Cuidado com boletos que são enviados para proprietários de domínios na internet. Tem algumas empresas que enviam boletos com o nome do seu site informando sobre uma suposta renovação anual do mesmo. Cuidado, antes de pagar qualquer boleto confirme se ele realmente é do seu provedor ou se é picaretagem.

Algumas dessas empresas que enviam boletos falsos, usam de técnicas de engenharia social para enganar os usuários, usando textos que induzem ao erro e até o logo tipo do empresa muito parecido com o oficial do REGISTRO.BR

Internet Regulada sem inclusão digital

No Brasil pagamos tudo nas alturas, gasolina, energia elétrica, gás, impostos e mais impostos e agora querem controlar a Internet, a quantidade que é usada, comenta Alex Villaverde, Consultor de Marketing. Acredito que isso será um final trágico e explico, pessoas que hoje tem conseguido na internet, fontes de renda, fontes de estudo e diversão vão ter que escolher e usar cada vez menos, gerando o ciclo da burrice digital.

Quanto menos pessoas informadas, hoje conectadas, menor o nível de informação. Interpreto como um grupo que deseja controlar esse mercado que só cresce e que hoje as operadoras se acomodaram com relação a qualidade, benefícios e até preços. E o porque disso tudo? Falta concorrência, novas empresas para entrar e fazer um livre oferta, contratando pessoas e tirando outras empresas do sossego habitual.

A questão não é apenas a limitação da Internet e sim a limitação da concorrência que prejudica o todo, a população que poderia ter um serviço melhor, mais adequado, mais rápido e barato. Mas o foco das pessoas está somente na causa onde o correto seria analisar a situação como um todo.

Sou a favor da concorrência leal e sou contra a qualquer tipo de limitação da internet, principalmente se formos debater a tão famosa inclusão digital, onde estão os nosso direitos? Porque não fazemos os nossos deveres? Pensar no amplo, expande a discussão para outras esferas.

Informações à Imprensa:
Comunicação Alex Villaverde
(11) 4307-9010 e 9 6738-1313
www.alexvillaverde.com.br

O que o caso do bar Quitandinha ensina sobre redes sociais

Hoje tive a oportunidade de ler um texto publicado no site da revista Exame sobre o ocorrido no bar Quitandinha em um bairro boêmio de São Paulo. Para quem gerencia redes sociais ou para o empresário que quer estar presente nas redes, vale a leitura e entender como este ambiente funciona. São novas formas de interação com seus clientes e a repercussão pode atingir níveis críticos.

http://exame.abril.com.br/pme/noticias/o-que-o-caso-do-bar-quitandinha-ensina-sobre-redes-sociais

Vale a leitura tanto do texto da revista quanto a leitura do texto publicado pela moça que foi assediada no bar.

Abraços.

 

A vida sem Whatsapp

WhatsApp-icone

Tudo bom ?

Na quarta-feira a noite, dia 16, recebi uma mensagem alertando sobre o bloqueio ao Whatsapp pela Justiça de São Paulo. Na hora não dei importância pois achei que era mais um boato. Para minha surpresa, na quinta-feira cedo, o APP já estava bloqueado.

Lógico que isso já virou motivo para reportagens, piadas e, principalmente, discussão e reclamações. Acredito que isso pode nos levar a uma reflexão sobre o momento que estamos vivendo, a dependência do smartphone e as facilidades que ele trás nos dias atuais.

Este app, além de entretenimento, virou também ferramenta de trabalho para centenas de segmentos empresariais, como atendimento ao cliente, suporte técnico, canal de vendas, reuniões, entre outra dezena de funções. O bloqueio de uma ferramenta destas pode ir muito mais além do que se imagina, pode impactar diretamente na economia de algumas famílias.

Vendo por este lado, a Justiça de São Paulo deveria ter outras formas de “castigar” a empresa por ter descumprido uma determinação judicial, como aplicação de multas ou restrições diversas, mas nunca bloquear o serviço em todo o território nacional. Por outro lado, o marco civil da internet é muito claro e veio de encontro com a necessidade de regulamentar algumas áreas que estavam “largadas” e sem regras.

Uma dúvida que coloco em discussão, como tratamos uma empresa “internacional” que atua em território nacional ?

Acho que depois deste ocorrido com o Whatsapp, temos muito ainda o que aprender com as novas tecnologias e suas culturas, além disso, está claro que nossas leis, poder público e outros órgãos do governo não seguem a mesma velocidade da tecnologia.

Abraços.

Fotografia de pessoas mortas no Whatsapp, pode isso Arnaldo ?

Provavelmente você já deve ter se deparado com alguma cena de acidente de trânsito e no meio da muvuca sempre tem alguém filmando e tirando fotos. Pois bem, pense bem antes de fazer isso e compartilhar nas redes sociais.

Imagens de uma pessoa morta foram compartilhadas em redes sociais e em aplicativo de mensagens instantâneas e os responsáveis pela gravação foram indiciados pela polícia.

O caso ocorreu no Rio Grande do Norte. Veja no link mais informações a respeito deste caso.

Meus eMails estão voltando, como sair de uma blacklist ?

A grande maioria dos provedores de hospedagem são servidores compartilhados, isto significa que um único servidor atende e hospeda centenas de sites ao mesmo tempo.

Nestas situações, o servidor precisa criar algumas regras para o bom convívio entre as hospedagens, assim como num condomínio. Uma das regras é a restrição do número de eMails por hora, com o objetivo de evitar o envio de SPAMs.

Esta restrição limita o número de eMails que cada conta pode enviar por hora e o número de eMails que cada domínio pode enviar também. Em alguns casos, este limite é muito alto ou por algum motivo não foi configurado corretamente. Se isto ocorrer, existe um grande risco de algum domínio enviar um SPAM.

Quando isto ocorre, é grande a chance do endereço IP do servidor cair em uma lista de SPAM, ou também conhecido como BLACKLIST. Neste caso, todos os domínios que estão no mesmo servidor são prejudicados.

Se o provedor em que você está hospedado é sério, ele irá tomar medidas imediatas, como solicitar a retirada do IP da lista e alertar ao usuário que enviou o SPAM sobre a proibição da prática.

Para consultar se o IP do seu servidor está em uma BLACKLIST, consulte o link abaixo:

http://mxtoolbox.com/SuperTool.aspx

Caso você não saiba o IP do provedor em que você está hospedado, acesse o PROMPT DE COMANDO no windows e digite “ping www.nomedoseusite.com.br”. O sistema retornará o endereço IP do seu provedor.

Espero ter ajudado.

Abraços.

Plágio na internet: Como proteger a minha marca e minha empresa?

dica vilage

É muito comum, principalmente na internet, obras artísticas, músicas, textos, sites e logomarcas serem copiados. Neste caso, o direito autoral tem como função provar a originalidade da obra e provar quem é o verdadeiro autor, responsável pela criação e detentor dos direitos legais.

Vilage Marcas e Patentes
www.vilage.com.br | 0800 703 9009

Como criar um blog e ganhar dinheiro na internet

blog-1-1241898Todos nós temos ideias e conhecimentos únicos que merecem ser compartilhados. O blog é a ferramenta ideal para levar suas ideias ao mundo. Com a rapidez e facilidade na criação e manutenção de um blog, podemos nos dedicar ao que de fato é mais importante: nos expressar e dialogar com o mundo!

Aqui vou dar os principais tópicos que você deve se preocupar para criar seu blog.

  1. Registrar um domínio com um nome significativo;
  2. Contratar um provedor de hospedagem (Indicamos a eCliente)
  3. Instalar o WordPress e um template visualmente atraente.
  4. Começar a postar conteúdos sobre o tema que você escolheu.
  5. Criar uma conta no Analytics para monitorar os acessos.
  6. Criar uma conta no Mailchimp e integrar com seu site, para capturar os eMails de interessados.
  7. Integrar seu site com uma FanPage no facebook
  8. Integrar seu site com o Twitter.
  9. Se achar interessante, criar uma conta no Instagram;
  10. Criar um conteúdo FREE para distribuir em troca do email do usuário.
  11. Criar um conteúdo PAGO (eBook em PDF) para vender pelo site.
  12. Criar uma conta no HOTMART para vender seu conteúdo digital
  13. Criar parcerias com outros sites e blogs para a troca de links;
  14. Agendar Hangouts (transmissão ao vivo) para falar sobre os temas.
  15. Enviar Newsletter com frequencia para seus assinantes;

De forma objetiva, apontei os principais tópicos para a criação de um ambiente completo para um futuro blogueiro. Vale lembrar que cada um dos itens acima citados podem ser melhor explorados.

 

Qual a importância de apresentar oposição?

Estamos divulgando um texto do nosso parceiro Vilage Marcas e Patantes muito interessante sobre o Registro de Marcas.

O Brasil adota o sistema atributivo de marcas, ou seja, a marca pertencerá ao primeiro registrá-la. A exceção a este sistema está prevista no artigo 129, §1º da Lei de Propriedade Industrial (Lei nº 9.279, de 14 de maio de 1996):

“§ 1º Toda pessoa que, de boa fé, na data da prioridade ou depósito, usava no País, há pelo menos 6 (seis) meses, marca idêntica ou semelhante, para distinguir ou certificar produto ou serviço idêntico, semelhante ou afim, terá direito de precedência ao registro.”

A fim de exercitar seu direito de precedência, o interessado não só deve comprovar que efetivamente já usava a marca há pelo menos seis meses da data do depósito, mas também apresentar OPOSIÇÃO ao pedido de registro do terceiro, ANTES da concessão do registro, pois uma vez concedido, este benefício deixa de existir.

Nesse sentido, o detentor da marca de boa-fé, mesmo que utilize a marca anteriormente, se não apresentar oposição, após o registro da marca não poderá anulá-la.

Este entendimento é inclusive pacificado perante o judiciário:

“PROPRIEDADE INDUSTRIAL. REGISTROS MARCÁRIOS. COLIDÊNCIA. § 1º, DO ART. 129 DA LPI. INTELIGÊNCIA. A proteção conferida pelo disposto no art. 129 da LPI não pode ser pleiteada a qualquer tempo. Deve ser requerida no prazo de registro da marca. Por se consubstanciar em verdadeira exceção ao sistema atributivo de marcas, o uso de boa fé de marca por 6 (seis) meses antes da data do depósito de marca em litígio deve ser suficientemente provado, de molde a não haver dúvida quanto ao uso afirmado, sendo insuficiente a prestar-se como prova a declaração unilateral firmada por empresa conveniada daquela que alega o uso da marca em questão. Aferindo-se a semelhança fonética e gráfica de elemento nominativo integrante de marca mista a distinguir mesma classe de serviços, é de se confirmar o ato administrativo que reconheceu a nulidade de tal registro, ao argumento da colidência. Apelo conhecido e improvido”. (TRF – 2ª Região – 1ª Turma Esp., APELAÇÃO CÍVEL N. 416442 RJ 2002.51.01.503478-7, Rel. MARCELLO FERREIRA DE SOUZA GRANADO; DJ, 27.03.2009)

Diante do exposto, fica clara a importância da oposição nos termos da lei, bem como do entendimento jurisprudencial modernamente seguido pelo judiciário.

Colocamo-nos à disposição para eventuais esclarecimentos.

 

 

Vilage Marcas e Patentes

0800 703 9009 | www.vilage.com.br

Twitter-icon Twitter-icon Twitter-icon